segunda-feira, 21 de setembro de 2015

Pirroloquinolina quinona (PQQ) para evitar cabelos brancos



Não ter cabelos brancos é um sonho para qualquer um, porém a solução definitiva não existe. Uma vez que surgem os fios brancos, não há como reverter o processo, sendo a única solução o tingimento.

Mas como tudo não está perdido, uma substância chamada pirroquinolina quinona, derivada do complexo B, mais conhecida como PQQ. Oferece proteção contra um processo chamado de stress oxidativo. Que nos cabelos é responsável pelo embranquecimento dos fios.

Não quer dizer que os fios nunca ficarão brancos, apenas retardada o processo. Alguns acreditam que possam repigmentar alguns fios no início do embranquecimento, mas ainda faltam estudos que comprovem essa informação.

A PQQ é um antioxidante 100x mais potente que a vitamina C, capaz de neutralizar os radicais livres do tipo hidroxila, apontando como um dos destruidores das células produtoras de melanina.

Além de atuar em todas as demais células do corpo devido a sua grande capacidade antioxidante. Ajuda no combate ao envelhecimento celular, proteção neurológica e cardiovascular, melhora funções cognitivas como concentração e desempenho.

Ainda faltam mais estudos científicos que comprovem os resultados na prevenção dos fios brancos. Mas só o fato de já termos uma opção para algo que até enta não tinha nenhuma opção de tratamento, já é um grande avanço. O PQQ está disponível para manipulação, converse com o seu médico.

Até logo pessoal...

Antioxidantes



Por que os antioxidantes são importantes?

Basicamente, todas as toxinas ambientais que somos expostos como sol, cigarro, bebida alcoólica, estress, alimentação, entre outros levam a produção de radicais livres em nosso corpo que oxidam nossas células.

E quanto mais dessas substâncias, maior o envelhecimento de nossas células e de degeneração, causa das nossas doenças e alterações metabólicas que apresentamos. E as únicas substâncias que combatem os radicais livres são as vitaminas, minerais e antioxidantes. 

Uma boa alimentação é fundamental. As frutas vermelhas, principalmente as berries blueberrie (mirtilo), morango, framboesa, amora, cereja são as que contém a maior concentração de antioxidante antocianina.

Frutas vermelhas e alaranjadas, contém licopeno, outro antioxidante importante, o betacaroteno fundamental para a produção de vitamina A e com isso a correta absorção de vitamina D, essencial ao nosso organismo.

Até logo pessoal...

sábado, 19 de setembro de 2015

Creme Facial Frutas e Ervas da Multi Vegetal


Creme Facial Frutas e Ervas da Multi Vegetal é um anti-sinais noturno. Um tratamento para recuperar a pele das agressões sofridas pela forte exposição solar, manchinhas, cravos, descamação e marcas de expressão.

Indicado para todos os tipos de pele, é hidratante, nutritivo e promove uma suave renovação da pele através dos ácidos naturais da acerola e do maracujá auxiliando no rejuvenescimento.

Contém em sua formulação amêndoas doces, maracujá, acerola, babosa, hibiscos, óleos essenciais de lavanda e limão siciliano.

Sua fórmula é livre de lauril sulfatos, parabenos, etanolaminas, fragrâncias artificiais, polímeros sintéticos, produtos derivados de petróleo ou origem animal. Não testado em animais.

A empresa Multi Vegetal nasceu em 1995 graças a um problema pessoal do seu fundador ( inflamação na pele no pós barba). Ele formulou uma loção tônica para peles sensíveis com extratos de ervas baleeira e confrei. 


A aprovação dos usuários incentivou uma maior produção de cosméticos naturais primando sempre pelo cuidado artesanal, qualidade científica e uso de matéria primas 100% derivadas dos vegetais. É fácil encontrar essa maravilha de produto na E-Cosmetique.

Até logo pessoal...

sexta-feira, 18 de setembro de 2015

Reflexologia

Reflexologia é uma técnica de massagem que existe há séculos. É um tratamento completamente seguro,  não invasivo e muito poderoso, que funciona por meio da aplicação de uma  pressão suave em áreas reflexas específicas dos pés e mãos. Cada ponto reflexo corresponde a uma parte do corpo, cada órgão, nervos, glândulas e outras partes do corpo estão conectadas a pontos reflexos nos pés e nas mãos. Sabe-se que 75% das doenças têm algo a ver com o stress que compromete o nosso sistema imunológico nos causando doenças, quando não conseguimos combatê-lo.



A doença pode deixar uma memória de inflamação, tensão e congestão nas células cerebrais. Então a  reflexologia trabalha os pontos reflexos congestionados, quando estimulados através de uma suave pressão, o sistema nervoso envia uma mensagem nova e corrigida para o cérebro. Desse modo, o uso frequente dessa terapia, muda a memória celular e a função do biológica é restaurada e as energias do corpo começam a fluir melhor.

Essa terapia é um tratamento seguro e natural que ajuda você a dar a seu corpo aquilo que ele precisa. Estimular as terminações nervosas e a circulação sanguínea, além de conceber ou levar uma gravidez tranquila, reduzir os sintomas da síndrome do intestino irritável, aliviar o stress e a tensão retida pelo corpo, emagrecer, sentir-se mais jovem e parecer mais saudável.  

Benefícios da reflexologia
  • Ajuda o corpo a restabelecer de quaisquer distúrbios a que esteja sujeito
  • Diminui os efeitos do stress
  • Estimula o sistema imunológico
  • Alivia a dor
  • Melhora a circulação
  • Agiliza o transito intestinal
  • Elimina os detritos orgânicos
  • Livra o corpo de toxinas
  • Promove o relaxamento geral
  • Ajuda na recuperação pós-cirúrgica diminuindo a dor e acelerando a cura
Para os toques de reflexologia propriamente dita, toca-se 3 vezes cada ponto por pelo menos 5 segundos. Portanto, procure um profissional habilitado para aplicação dessa massagem que é super relaxante. Informando que ela não substitui tratamento médico, ela atua somente como uma complementação terapêutica otimizada.
Até logo pessoal...

quarta-feira, 16 de setembro de 2015

Absorção cutânea x Permeação cutânea


Saiba como os ativos dos cosméticos chegam onde são necessários.


Absorção Cutânea: substâncias que atingem a corrente sanguínea. (Geralmente medicamentos) Quando colocamos um produto na superfície da pele, este depara-se com numerosos obstáculos que impedem ou dificultam a sua entrada, mas os avanços das investigações a este nível permitem que os ativos dos produtos cheguem onde são necessários.

A nossa pele é o órgão de fronteira com o meio exterior. Entre outras funções, ela tem a importante tarefa de nos proteger das invasões dos agentes patológicos. Ela não sabe se um determinado produto que colocámos na sua superfície é benéfico ou se, por exemplo, é a invasão de um fungo, mantendo assim as suas defesas no máximo.

O seu primeiro mecanismo de defesa é a barreira hidrolipídica, formada por uma emulsão rica em sebo cutâneo (contém 20% de colesterol, diversos glicerídeos e ácidos gordos livres), elementos ácidos da queratina e ainda ácido láctico e ácidos dicarboxílicos provenientes das glândulas sudoríparas.

Este filme apresenta- se como se fosse uma parede de tijolos em que as células queratinizadas se sobrepõem de modo desencontrado, bem aderidas umas às outras por ligações feitas com pequenas fibrilas, e consolidadas pelo cimento intracelular.

Se esta dificuldade também for transposta, o produto ainda tem a camada germinativa da epiderme para passar. Logo que estas barreiras sejam vencidas, a substância atinge os tecidos subjacentes. As melhor absorvidas são lipossolúveis e um pouco hidrossolúveis, sendo estas duas as condições mais importantes para a penetração cutânea.

Efetivamente, qualquer substância que chegue a vencer o obstáculo constituído pelo sebo existente no folículo terá fortes probabilidades de atingir a derme, manter-se aí ou, por via retrógrada, passar para a epiderme. Quando são utilizados meios físicos ou químicos que auxiliem o processo, também é a nível do aparelho pilo-sebáceo que se verifica uma maior penetração.

Permeabilidade cutânea: substâncias que atingem a derme, porém não atinge vasos sanguíneos. (Geralmente cosméticos onde o objetivo seja chegar mais profundamente).
Existem dois fatores que são preponderantes na absorção cutânea: o estado da pele e a idade do indivíduo. Se existe uma alteração devido a alguma patologia (por ex. dermatose), as propriedades da camada córnea são alteradas e a penetração das substâncias pode ser aumentada ou diminuída.

A permeabilidade cutânea vai diminuindo com o avançar da idade. Nos recém-nascidos de 40 semanas, a epiderme e os anexos cutâneos apresentam desenvolvimento completo, não havendo diferença significativa na absorção cutânea da criança ou do adulto. 

Já os recém-nascidos prematuros, principalmente os que nasceram antes das 32 semanas, possuem uma pele imatura incapaz de exercer o seu papel de barreira, resultando num aumento das perdas de água e calor absorvendo quase tudo o que entre em contacto com a sua superfície, comprometendo a sua sobrevivência.

Todos estes fatores são ponderados quando os cosméticos e os medicamentos de absorção percutânea são formulados. Identifica-se a população alvo (criança, adulto, saudável ou com necessidade da medicação) e decide-se a forma de aplicação mais adequada em relação ao objetivo pretendido.

Penetração: substâncias atingem a camada córnea/epiderme (Geralmente os cosméticos)

Facilitar a absorção
A absorção cutânea pressupõe assim a penetração duma substância do meio exterior, através da pele, para o interior do organismo. Mas esta absorção depende não só da natureza das substâncias que pretendemos introduzir no organismo, como também do suporte em que vão dissolvidas.

Substâncias que normalmente não são absorvidas pela pele, podem ser "obrigadas" a penetrá-la por processos especiais. Para ultrapassar o primeiro obstáculo, a barreira hidrolipídica, o mais fácil é retirá-la. E como? Utilizando previamente um desengordurante como os desmaquilhantes ou o gel de limpeza. Na composição do produto pode também existir um solvente.

De um modo geral, os excipientes de óleos com origem animal são dotados de maior poder de penetração cutânea do que os de natureza vegetal e estes, por sua vez, mais do que os minerais. No entanto, o ácido oleico e os hidrocarbonetos em elevada concentração formam bolsas no manto hidrolipídico em que as fases se separam, criando "poros" pelos quais as moléculas polares têm um acesso fácil à epiderme.

 Ao usarmos a ionização do produto vamos conseguir desorganizar esta barreira e alterar o seu pH. Com o aumento da transpiração, o equilíbrio do filme hidrolipídico deixa de existir, permitindo uma maior absorção.

Em relação ao estrato córneo, são necessárias técnicas mais elaboradas para o conseguirmos ultrapassar. As células queratinizadas encontram-se rígidas, pois o seu conteúdo hídrico é relativamente pequeno, representando 7 a 20% da quantidade total da água da pele, sendo por isso muito difíceis de contornar.

 Se aumentarmos a hidratação da zona conseguimos que as células fiquem mais maleáveis e menos aderidas umas às outras, promovendo um maior espaçamento intercelular e permitindo que os compostos passem.

Isto consegue-se com pensos e filmes oclusivos, aplicação de vapor e adição ao produto da enzima hialuronidase responsável pela formação do ácido hialurónico, que aumenta a retenção de água (nas pomadas antiinflamatórias existem inibidores da hialuronidase). Os ultrassons e a passagem de corrente contínua também vão afastar as células queratinizadas.

As formas de aplicação do cosmético têm influência nos resultados, poderá ser apenas espalhar ou massajar, deixar em pose ou ainda com oclusão. Ao massajar um produto sobre a superfície da pele estamos a libertar os poros de algum sebo, o que auxilia um pouco a penetração das substâncias. A oclusão do produto sobre a pele aumenta a sua absorção, provoca o aumento de temperatura e consequente perspiração.

A hidratação das células córneas aumenta permitindo uma melhor deslocação dos princípios, evitando que os mesmos evaporem para a atmosfera. Para o conseguir podem ser utilizados meios diferentes do produto como: pensos, película plástica e máscaras oclusivas, ou que a substância tenha na sua composição um filme molecular de monocamada, formando uma película oclusiva sobre a pele.

Nos medicamentos tópicos é comum usar-se derivados da vaselina obtendo-se um efeito idêntico. Se o fabricante específica a utilização de corrente galvânica pressupõe-se que o produto está otimizado para isso.

 O resultado da ionização consiste em provocar um fluxo contínuo de eletrões, que vão arrastar as moléculas para o interior da pele. Este método é muito eficaz, tendo sido demonstrado cientificamente que a capacidade de passagem poderia ser aumentada até 10 vezes.

Composição do produto
Pelo que vimos até aqui podemos deduzir que um cosmético é composto por uma substância ativa e um suporte que é o excipiente. Nesta combinação reside o sucesso do produto. O conjunto deve ter uma carga elétrica oposta à da nossa pele, para não se repelirem, ser lipófilo e um pouco hidrófilo para se poder homogeneizar com a película hidrolipídica da superfície, aumentando a possibilidade de ser absorvido mais facilmente (é o caso de alguns estrogénios e dos inseticidas organofosforados) e a manutenção ou reposição do pH, para que a pele mantenha as suas defesas.

A afinidade entre o excipiente e a substância ativa deve ser baixa, para permitir a libertação fácil do ativo, porque se for elevada o suporte irá manter o ativo no seu interior não o libertando, podendo por si só impedir que a substância chegue a penetrar. Em geral, quanto maior for a concentração do elemento específico mais elevada será a absorção.

De preferência, deverá ter um baixo ponto de fusão e baixa massa molecular. Apesar de serem tomadas todas estas medidas, continuam a existir substâncias que não penetram na pele, e a utilização de meios físicos (ex: correntes elétricas) só pode ser feita por profissionais.

Os investigadores ao depararem-se com a grande dificuldade de introduzir um produto, devido às suas características, idealizaram um veículo que o transportasse. Esta substância devia envolver o produto, ser compatível com as barreiras da pele para as poder atravessar, e libertar o ativo depois. Surgem então os lipossomas.

 A partir daí, vários outros veículos surgiram, seguindo a mesma orientação de encapsular o ativo e entregá-lo no local desejado. Existem lipossomas com estrutura concêntrica que se encontram carregados positivamente, aderindo naturalmente à queratina que é negativa.

Há micro-cápsulas de gel que seguem a mesma orientação, mas como são maleáveis conseguem deslizar por entre as células córneas. As macro-cápsulas são estruturas gelatinosas que ao serem aplicadas rebentam e espalham-nas. 

Os polímeros funcionam como uma espécie de esponja com vários orifícios, caracterizados por absorver a oleosidade e pelas suas aberturas que podem libertar ativos. Na elaboração de cosméticos todos os fatores são tidos em conta, para garantir que a função de absorção se realize.

Até logo pessoal...

terça-feira, 15 de setembro de 2015

Ativos cosméticos para a pele


A cosmética e os bioativos tem como proposta atuar nas estruturas extremas do corpo humano (pele e cabelos) de forma idêntica aos processos vitais, auxiliando no metabolismo retardando o envelhecimento. Ao atender tais expectativas com a descoberta de novos ativos e aprimoramento dos ativos já existentes, os cosméticos são utilizados como verdadeiras armas quando o assunto e rejuvenescimento.
No comércio existe uma variedade de cosméticos que propõem vários benefícios, mas muitas vezes não entendemos o que aquele ativo proposto no rótulo do cosmético quer dizer, que efeito ele promove na pele, no cabelo,  ou na gordura localizada.
Segue abaixo alguns princípios ativos cosméticos para a pele
Ácido Glicólico: da família dos alfa-hidroxiácidos, é muito útil para combater rugas e cicatrizes de acne, pois aumenta a produção de colágeno.
Ácido hialurônico: substância produzida naturalmente pelo corpo que age como lubrificante das células, retendo a água. Sua diminuição causa ressecamento. 
Ácido Kójico: derivado de um cogumelo japonês chamado koji. Tem poder despigmentante à pele e auxilia combatendo radicais livres.
Ácido retinóico  originado da vitamina A, há anos é um dos maiores aliados da dermatologia. Estimula a esfoliação, a renovação celular e a produção de colágeno, proporcionando uma pele mais saudável e mais firme.
Ácido Salicílico: combate a produção de óleo na pele e é muito usada para casos de caspas e pele oleosa em excesso. Também possui propriedades anti-inflamatórias.
Aloe Vera:  ação amaciante, antiinflamatória, cicatrizante, hidratante, restauradora da pele. 
Alantoína: ação anti-irritante e de renovação celular. Melhora a umectação da pele. Sobre a derme rachada, torna-a lisa e flexível. Tem efeito amaciante e proporciona maior capacidade de retenção da umidade. Também possui propriedades cicatrizantes.
Argirelina: ação semelhante à da toxina botulínica, a argirelina é um açúcar que inibe a ação das substâncias responsáveis pela contração muscular, atenuando rugas e marcas de expressão em até 30%. Ao contrário da toxina, a argirelina é hidratante, pois retém água com facilidade.
Calamina Rosada: possui suave ação anti-séptica, antipruriginosa e cicatrizante da pele.
Ceramidas: substância que compõe o cimento (gordura) intercelular para manter a hidratação da pele. Ação hidratante.
DMAE  ou deanol (dimetilaminoetanol): é uma substância firmadora, que existe no corpo humano (fígado, cérebro e coração), sendo facilmente encontrada em peixes como a sardinha e a anchova. É um potente antienvelhecimento que parece melhorar a flacidez. Costuma ser usado na forma de creme, gel ou loção em concentrações de 3% a 10%, podendo ser usado à noite, alternando com o ácido retinoico. 
Esqualano: previne a perda de umectantes e restaura a sedosidade e flexibilidade da pele. 
Hamamélis: possui ação adstringente, antiseborréico, vasoprotetor, vasoconstritor,descongestionante e antiacnéico.
Hidroquinona: age nos melanócitos, evitando que a melanina seja formada e, portanto, que a produção excessiva provoque manchas na pele.

Proteína de seda: penetra nas camadas da pele, hidratando, conferindo elasticidade e dando uma aparência sedosa. 
PCA-Na:  ação hidratante e umectante. 
Raffermine: firmador, extraído da soja. Fortalece a estrutura molecular da derme, aumentando a firmeza, a elasticidade e a tonicidade. É indicado para peles flácidas, enrugadas e envelhecidas. Costuma ser usado em cremes e produtos que combatem o envelhecimento. 
Silício orgânico: biologicamente ativo, atua diretamente na membrana celular, tornando-a mais resistente ao ataque de radicais livres e exercendo ação protetora. 
Tensine: extraído das sementes de trigo, possui ação tensora imediata (efeito Cinderela), formando um filme elástico sobre a pele capaz de diminuir a profundidade das rugas por cerca de seis horas. 
Em breve farei mais posts falando de mais de ativos cosméticos para decifrar os rótulos dos produtos.
Até logo pessoal...

quinta-feira, 10 de setembro de 2015

Peeling de Cristal



Trata-se de um procedimento que já é conhecido desde a década de 30, mas que a partir dos anos 90 foi retomada por médicos europeus e que daí se disseminou pelo mundo: o peeling de cristal, também chamado de peeling da hora do almoço.

Conhecido pelos médicos com o nome de microdermoabrasão, a técnica consiste em esfoliar a pele com um aparelho que emite cristais de hidróxido de alumínio e ao mesmo tempo aspirar junto com ele as impurezas que estão na superfície da pele. Sabem aquelas marquinhas que dão vontade de pegar uma lixa para ver se sai? Então é para essas que existe esse “lixamento” profissional.

O procedimento é rápido, dura cerca entre 15 e 20 minutos. A pessoa que está aplicando pode controlar a intensidade da esfoliação (normalmente começando com uma forma mais leve). Não é dolorido, já que é superficial. Normalmente a paciente pode retomar as suas atividades assim que sair da sessão (em geral são indicadas entre 3 a 10 dependendo da indicação), mas pode ficar uma vermelhidão momentânea na pele. 

 Os principais cuidados após o tratamento são manter a proteção solar (evitando a exposição intensa) e hidratar a pele (que pode ficar mais sensível). A vantagem do tratamento é que ele começa a dar resultado já a partir da primeira sessão, quando é possível sentir a pele mais lisa e sedosa.  A esfoliação da camada superficial estimula a produção de colágeno e a renovação celular das camadas mais internas da pele.

Por isso o peeling de cristal está indicado para combater os efeitos do fotoenvelhecimento, manchas, cicatrizes de acne, e estrias e rugas finas. Além disso, por deixar a pele mais fina, após o peeling de cristal os tratamentos com cremes e loções tentem a funcionar de maneira mais eficaz. O preço das sessões costumam variar de acordo com o profissional e ficam em torno de R$ 200,00.

Se você quiser algo mais glamuroso, pode experimentar o Whine Peel, que além da esfoliação também é aplicado na pele do paciente um ácido de uva, vinho tinto e vinho branco favorecendo ainda mais o efeito antioxidante já que a uva contém polifenóis que combatem os radicais livres. 

Até logo pessoal...

sexta-feira, 4 de setembro de 2015

Três erros ao passar o creme


Existem três erros super comuns na hora de aplicar os cremes que atrapalham o efeito dos produtos.

Nã0 lavar o rosto antes de aplicar os produtos: Sempre que for aplicar seus cremes, não se esqueça do ritual sagrado limpar, tonificar e hidratar. Ao longo do dia pode pular essa etapa, apenas reaplique o protetor solar e a maquiagem.

Economizar na hora de passar o produto: Sei que ficamos com d[o de acabar com aquele creme que custou uma fortuna. Mas economizar na hora de aplicar é jogar dinheiro fora. O ideal é aplicar uma gota do tamanho de uma ervilha na testa, uma em cada bochecha e uma no queixo e espalhar pelo rosto.

Olhar o prazo de validade: Tem pessoas que economizam tanto na hora de passar o creme que acaba vencendo. Nesse caso o jeito é jogar o produto fora para evitar alergias, acne e com o produto vencido, o ativo já degradou e não tem mais função.

Até logo pessoal...